Arquivo mensal julho 2014

porPaulo Teixeira

Silas Malafaia acusa governo do PT de usar a Receita Federal para exercer perseguição política e religiosa contra ele

COMENTÁRIO:

Aqueles que se expõem em defesa do Evangelho e dos princípios cristãos, de fato sofrem algum tipo de perseguição.

Eu, Paulo Teixeira (RJ), editor do Holofote, fazendo uso de minha liberdade de opinião fiz um artigo, tempos atrás, sobre a tal “intolerância religiosa” que insistem em dizer que exista por parte de grupos cristãos brasileiros a outros grupos religiosos brasileiros.

Meu artigo foi denunciado e uma certa autoridade do Rio entrou em contato comigo, fazendo ameaça de abrir um Inquérito Policial contra mim, por ‘intolerância religiosa’.

Tenho plena convicção de ter emitido minha opinião de forma serena, séria e clara, como venho fazendo desde 2007, aqui no blogholofote.com.br.

A mensagem ameaçadora está comigo. Em momento oportuno poderei divulgá-la.

REPITO: se eu tivesse medo de ameaça ou de responder a Inquérito por minha opiniões, já teria me recolhido faz tempo.

O BRASIL NÃO PODE SUCUMBIR diante do que vem por aí.

Precisamos ter coragem para enfrentar.

As denúncias feitas pelo pastor Silas Malafaia devem levadas a sério. Isto é GRAVÍSSIMO!

NÃO PERMITAMOS que  o Brasil seja uma Alemanha de Hitler, nem uma Cuba de Fidel Castro, onde pessoas sofreram por discordarem  da ideologia governamental.

REPITO: as denúncias do pastor Silas Malafaia são gravíssimas.

ACORDA BRASIL !!!! 

Pastor Silas MalafaiaSilas Malafaia acusa governo do PT de usar a Receita Federal para exercer perseguição política e religiosa contra ele 

O pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitoria em Cristo, está acusando o governo do PT de articular uma perseguição política e religiosa contra ele. Entre as manobras que Malafaia afirma terem sido feitas contra ele, ele diz que o governo colocou a Receita Federal para realizar uma série de investigações infundadas contra a Associação Vitória em Cristo, instituição comandada por ele, e também contra a igreja da qual ele é pastor. (Artigo completo em Gospel Mais).