Luteranos arrecadam mais de R$ 12 MIL para reforma de terreiro de umbanda no Rio

Integrantes de uma Igreja Luterana ajudaram praticantes do candomblé a recuperarem um terreiro incendiado em 2014, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. A Polícia investiga o crime, mas não chegou ainda aos culpados do suposto incêndio. A arrecadação foi pouco mais de R$ 12 mil para as obras de recuperação.

O terreiro de Conceição d’Lissá existe há 17 anos com diversos encontros de praticantes do candomblé, religião com raízes africanas. A líder luterana Lusmarina Campos, da Igreja de Confissão Luterana no Brasil, foi ao local com alguns fiéis em 2014 e ajudou Conceição a retirar entulhos e limpar o terreiro, que ficava no segundo andar.

A entrega do dinheiro arrecadado, com o maior aporte vindo de fiéis luteranos de Ipanema, foi celebrada no fim do ano passado com uma cerimônia inter-religiosa no terreiro de Conceição.

‘Se em nome de Cristo eles destroem, em nome de Cristo vamos reconstruir’, disse a líder Luterana. (G1)

COMENTÁRIO:

Quem disse que o terreiro foi destruído em nome de Cristo, conforme disse a líder luterana? Se a própria Polícia Civil não chegou aos vândalos, como que Lusmarina Campos chegou a tal conclusão? Se alguém sabe quem são os criminosos, deveria denunciá-los à Polícia. 
 

 

Paulo Teixeira

Paulo Teixeira é carioca, administrador do blogholofote.com.br, cristão evangélico da igreja Assembleia de Deus e atua na internet como blogueiro e articulista, desde 2007, focando assuntos sociais, políticos e religiosos, analisando-os sob a ótica cristã. Licenciado em matemática pela Universidade Castelo Branco (UCB/RJ) e graduando em história pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Perfil no Twitter: PauloTeixeiraRJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *